O LIVRO DOS ELOHIM

O LIVRO DOS ELOHIM
ebook
Ficha Técnica
ISBN:
978-959-512-452-0
EAN:
9789595124520
Páginas:
3
Derechos eBook:
Copiar/pegar: Prohibido.
Imprimible: Prohibido.
DRM
No
Idioma:
PORTUGUES

3,00 €
Comprar

A interpretação da Bíblia, na descodificação do «Livro do Génesis», sobre os «6 dias» da criação do planeta Terra, á luz do conhecimento que o século XXI trouxe aos homens. ? Afinal, «Deus», tal como nós o conhecemos, não existe! Leitura romanceada da bíblia? O autor, deste «romance», propõe uma nova interpretação do texto bíblico, de modo a que cada um retire para si próprio, as conclusões a que chegar, ao ver nele a «história romanceada» da descrição da chegada ao nosso planeta dos «Elohim», seres inteligentes, alienígenas extraterrestres, fisicamente semelhantes aos habitantes da Terra, perfeitos astronautas chegados numa cosmo-nave, em viagem interestelar, vindos de uma outra galáxia longínqua. Esta forma de interpretar atualmente o texto bíblico, tornou-se coerente, após o avanço alcançado na cosmonáutica nos finais do século XX, permitindo-nos imaginar os «deuses» como «humanoides», chegados á Terra, vindos doutro planeta, constituídos por seres iguais a nós. Terão chegado num período próximo do ano 21000 a.C., altura em que os antropólogos calculam que já houvesse aproximadamente, um milhão de homens, data onde já situam o nosso antepassado direto, o Homo sapiens. Creem que não houve um «aparecimento» de uma nova espécie, mas uma sucessão e apropriação dos conhecimentos colhidos. A intensão, deste «romance», é o de estabelecer os diferentes processos de ligação, cujo princípio se considera aceitável pela nossa ciência, escolhendo o autor, o que mais lhe parece de acordo com a descrição da chegada á Terra de«deuses». O que sabemos ao certo, sobre os «Elohim», descritos no Livro do Génesis, é o texto impresso em qualquer Bíblia, traduzida nas mais variadas línguas faladas no mundo: «?eram bípedes, mamíferos, tão desprovidos de asas como nós». Então, neste caso, esses «deuses», não podiam ter chegado á Terra senão em máquinas voadoras?