CONTOS DESPERTOS

CONTOS DESPERTOS
ebook
Ficha Técnica
ISBN:
978-989-51-9757-6
EAN:
9789895197576
Páginas:
104
Derechos eBook:
Copiar/pegar: Prohibido.
Imprimible: Prohibido.
DRM
No
Idioma:
PORTUGUES

3,00 €
Comprar

Flávio não percebia nem compreendia o que poderia levar uma gaivota a lançar-se contra o sino. Tentou agarrá-la mas esta esvoaçava, sem parar, em redor do sino. Parecia querer transmitir-lhe uma mensagem, mas o quê? (Carlota, a Gaivota) Sentindo-se subitamente livre, Damião começou a correr sem direção. Correu durante muito tempo e sentia-se extremamente cansado, mas não conseguia parar. Continuou assim, durante horas. Correu, sem destino e sem descansar, até desmaiar. (Sábio Corredor) Num reino onde a magia e a fantasia marcavam a vida de todos os seres vivos, lá no alto do céu, as nuvens dançavam. Esta é a história dos Lobos e Golfinhos que viviam encantados nesse Reino distante. (Lobos e Golfinhos) Era muito difícil equilibrarem-se; andavam aos encontrões, uns contra os outros como chocalhos. Alexandre estava paralisado, bloqueado, olhando para tudo o que se passava à sua volta; não se movia, nem reagia a nada. (Um português na Índia) Contam que, quando era criança, Gerónimo se perdia frequentemente pelas ruas da sua própria aldeia, mas nunca no mar. (A lenda do Capitão Gerónimo) O dia dos horrores irrompeu sem retorno para os viventes da terra: vulcões irritados explodiram derretendo montanhas inteiras. A destruição foi maciça; a raça humana praticamente dizimada. (Fatídico Dia de São Crisóstomo)